quinta-feira, junho 28

Like a rolling...


Rolou como se a natureza estivesse distraída,
Sem o barulho das ondas do mar,
Sem o sino da capela tocar
Sem o testemunho das estrelas em noite de luar.
Rolou como se o romance fosse escrito num papel
das histórias de cordel.
Rolou sem o brilho de uma expectativa
do som de um telefonar
Rolou num momento
que nem se sabia que era poesia
Rolou como se o conto de fadas
acontecesse na hora errada
Rolou como a oitava acima do meu andar
Sem nenhuma trilha sonora conseqüente,
Rolou que o tempo fez o amor
e disse que era do tamanho da gente.


Elisa Carvalho

Um comentário:

cisele disse...

e rolou....que me emocionou né!
como vc msm disse....
aameeeiiiii.

bjokas