terça-feira, julho 24

Láctea das estrelas


Não vou parar meu mundo
pra tentar saber onde está você agora.
Simultâneos fenômenos
acontecem e desafiam a teoria
desse caos inexplicável
que nos afastou desde a explosão
da primeira estrela.
Vou tocar a vida
e desafiar a eternidade
a roda tá viva
e gira
na força de uma sintonia
que tem a arte a nosso favor
e vai nos unir num segundo de um instante
a ponto de perguntarmos:
Por que não nos conhecemos antes?



Elisa Carvalho


Um comentário:

cisele disse...

se identificar com seus textos,se sentir dentro deles... é algo que não tem preço!

bjo no coração poeta.